Roteiro de uma Semana no Sudoeste da França

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

O sudoeste da França ainda é pouco conhecido dos turistas que visitam a França. A maioria das pessoas quando pensam em França, imediatamente associam a Paris, mas a França é muito mais que Paris, e todas as regiões da França tem cidades lindíssimas e uma grande quantidade de vilarejos que parecem terem saído de um livro.

Se você quer conhecer um pouco mais da França, ao invés de conhecer várias capitais numa viagem só, que tal explorar mais um pouco do país?

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Em agosto do ano passado eu passei as férias de verão no sudoeste da França, que, depois da Região Parisiense, é a região que mais conheço na França, e a que mais escrevi aqui no blog, mas sei que é uma região pouco conhecida dos turistas brasileiros.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

É o sudoeste da França que tem aqueles vilarejos incríveis que a gente vê nas fotos, tá certo que até tem em outras regiões mas o sudoeste ganha na quantidade de vilarejos incríveis, e eu até resolvi colocar alguns dos mais conhecidos aqui nesse roteiro.

Que tal um roteiro de uma semana no sudoeste da França?

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Claro que esse roteiro de uma semana no Sudoeste da França pode ser alterado, montei ele de acordo com a disponibilidade de tempo que eu tive na época, mas você pode diminuir alguns dias ou acrescentar mais dias em função do tempo que você tiver, esse roteiro é apenas uma base e você pode dar uma personalizada para deixa-lo mais ao seus estilo.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Como dividi o roteiro de uma semana no Sudoeste da França

  1. Toulouse
  2. Toulouse
  3. Albi
  4. Cordes-sur-Ciel e St Cirq Lapopie
  5. Cahors
  6. Rocamadour
  7. Carcassonne
roteiro de uma semana no Sudoeste da França
roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Toulouse

A principal cidade do Sudoeste da França oferece muitas atrações e lugares a serem visitados. Dá para encher pelo menos três dias com coisas para fazer em Toulouse, mas para esse roteiro eu preferi limitar a dois dias na cidade, e assim a gente pega só os pontos principais.

toulouse

Se você fizer esse roteiro de 10 dias no Sudoeste da França durante o verão, inclua um passeio de barco pelo canal do Midi em Toulouse, a paisagem é bem bucólica em alguns pontos, se não for possível, um passeio pelo rio Garonne seja de barco ou a pé pelo calçadão do rio.

Toulouse tem também, catedrais, museus e muita gastronomia (já disse que o foie gras vem dessa região?)

Clique aqui para ver opções de hospedagem em Toulouse

albi

Albi 

Menos de 80 km separam Albi de Toulouse, a catedral da cidade é patrimônio histórico da Unesco e vale a pena ser visitada. Dá para visitar a cidade toda em um dia, chegue de manhã e vá visitando as ruelas e casinhas fofas do centro histórico, além da rua comercial da cidade.

albi

Se você gosta de arte, visite o Museu Toulouse-Lautrec, dedicado ao mais ilustre dos habitantes que a cidade já teve. Se você não for ao museu, vá pelo menos aos jardins do museu que é aberto ao público, é de lá que a gente tem uma das mais belas vistas de Albi e do Rio Tarn e região.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

O jardim está sempre bonito, mas é na primavera e no verão que ele fica ainda mais bonito, repleto de flores e com dias mais longos, o que permite mais tempo de visita e temperaturas mais amenas para passear na beira do rio e conhecer a cidade melhor.

Clique aqui para ver opções de hospedagem em Albi

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Cordes-sur-Ciel

Pertinho de Albi fica o vilarejo de Cordes-sur-Ciel, que parece um daqueles vilarejos saídos das páginas de um livro antigo. Cordes é um vilarejo de menos de mil habitantes, que em 2014 foi escolhido como o vilarejo favorito dos franceses por um programa de televisão que sempre escolhe o vilarejo mais bonito do ano, uma espécie de concurso de miss dos vilarejos franceses.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Basicamente o vilarejo tem umas cinco ruas e não há muitas coisas para a gente entrar e visitar e por isso dá para ser visitado em apenas metade de um dia, dá para passar só uma manhã por exemplo.

É preciso estacionar na parte de baixo e subir o vilarejo a pé (um tanto íngreme) então não é o lugar mais simples para quem tem dificuldades de locomoção ou vai com carrinhos de bebê por exemplo porquê as ruelas são todas de paralelepípedo.

sait cirq lapopie

Saint-Cirq-Lapopie 

Saint-Cirq é outro daqueles vilarejos fofos dos livros, Saint-Cirq-Lapopie fica num rochedo debruçado sobre o Vale do Lot.

Não há muita coisa a fazer no vilarejo, apenas ver as casinhas fofas, visitar algumas ruínas e admirar o Rio Lot e o Vale do Lot do alto, tudo que dá para fazer em algumas horas e por isso eu resolvi colocar Saint-Cirq e Cordes no mesmo dia, já que a visita de ambos dá para ser feita rapidamente.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Cahors

Eu sempre quis conhecer a cidade por causa da sua ponte ( Pont Valentré) que data do século XIV é o símbolo da cidade, a ponte proporciona uma bela vista da pequena cidade que tem pouco mais de 20 mil habitantes, dá ainda para subir nas duas torres da ponte e apreciar a vista.

cahors

O centrinho de Cahors é aquele típico centro de cidade pequena, com uma catedral bonita, e alguns pontos de interesse, a cidade tem algumas casas antigas que datam da época medieval, e ainda abriga um Santo Sudário (não, o de Turim não é o único no mundo!) eu passei apenas um dia na cidade e achei suficiente, se você tem interesse em conhecer os vinhedos da região, pode passar um pouco mais de tempo por lá.

Clique aqui para ver opções de hospedagem em Cahors

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Rocamadour

Esse é mais um daqueles “vilarejos no alto de um rochedo” no entanto eu diria que é o mais conhecido deles, já que Rocamadour vive lotada, principalmente na alta estação (julho e agosto) e eu arrisco a dizer que é o vilarejo mais conhecido do Sudoeste da França.

rocamadour

Diferente de outros vilarejos, há muita coisa para visitar em Rocamadour, além das ruelas fofas com casas de pedra, o vilarejo funciona como um santuário e tem catedral, capela, palácio, escadarias e um sem fim de lugares para ter uma vista de toda a região.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Infelizmente por ser um pequeno vilarejo, Rocamadour não é de fácil acesso e é necessário ter carro para ir até lá, é preciso deixar o carro no estacionamento na parte de baixo e subir a pé, ou pegar o trenzinho.

Rocamadour é mais um vilarejo onde é preciso ter uma certa resistência, não precisa ser um atleta, mas como o vilarejo é todo de subida e de escada, eu achei importante dar esse alerta para quem tem alguma dificuldade de locomoção por exemplo.

roteiro de uma semana no Sudoeste da França

Carcassonne

Imagine uma cidade medieval fortificada? Carcassonne foi um dos primeiros castelos que visitei na vida e fiquei maravilhada, foi como uma aula de Feudalismo ao vivo, os muros e as 52 torres, castelo, catedral e o que eram casas durante a Idade Média, hoje funciona como lojas, restaurantes e até mesmo hotéis para quem visita essa fortaleza.

Dá para passar o dia inteiro dentro da cidade fortificada e visitar os diversos monumentos históricos, dá para andar por cima dos muros por vários quilômetros e ter uma vista incrível do Vale do Aude, na minha opinião a cidade medieval de Carcassonne é um dos lugares mais incríveis do Sudoeste da França, e infelizmente por isso mesmo é bem cheia no verão.

Clique aqui para ver opções de hospedagem em Carcassonne

Roteiro de uma semana no Sudoeste da França na prática

Dá para fazer em menos tempo ou mais tempo?

Sim, em menos tempo é preciso tirar alguma cidade, e em mais tempo pode descansar mais ou adicionar mais cidade. Essa é apenas uma ideia de viagem pro sudoeste da França, você pode personalizar ao seu gosto.

Precisa alugar carro para fazer esse roteiro?

Esse roteiro, com os vilarejos é necessário estar de carro. Apesar de ter trem ligando Toulouse a várias cidades do roteiro (Albi, Cahors, etc..) vários vilarejos não tem transporte publico, e fica quase impossível visitar sem carro.

O melhor ponto de partida é Toulouse, porquê é a grande cidade da região, e é fácil chegar saindo de Paris, e também de Barcelona, Toulouse tem aeroporto e trens rápidos que saem tanto de Paris como de Barcelona.

A melhor época para essa viagem seria entre a primavera e o começo do outono, no inverno há muita coisa que não funciona, principalmente em cidades menores e vilarejos, inclusive algumas atrações.

Outras cidades na região :

Hospedagem: Aproveite ofertas exclusivas até 50%. Avaliações dos hóspedes, sem taxa de cancelamento, hotéis baratos, etc.

Passagens Aéreas: Encontre passagens aéreas baratas, encontre passagens aéreas com até 35% OFF.

Ingressos e Excursões: Não perca tempo! Lembranças não são feitas em filas. Reserve com antecedência e evite as filas das maiores atrações do mundo.

Viaje Conectado: O melhor chip internacional entregue em sua casa.

Seguro Viagem: Antes de fazer uma viagem é importante tomar alguns cuidados. Peça uma cotação e escolha o melhor plano: cobertura médica, extravio de bagagem e até cancelamento de voos! Ganhe 5% de desconto em seguro viagem com nosso link!

Loja da Paula : O que levo para viajar.

15 COMENTÁRIOS

  1. Olá!! Sabe que tenho muito mais vontade de conhecer essa região do que Paris?! Tenho colocado a França sempre em segundo plano quando penso em viagens, mas essa região me atrai muito!

    Lugares lindos nessa rota e informações preciosas você passou! Quem sabe agora suba o país para o topo da lista?! Viagem linda!

    P.S. Concordo com o que você menciona: não faço, porque não gosto, de viagens com várias capitais. Em verdade, visito apenas um país a cada viagem justamente para tentar conhecer um pouco mais das diferenças e do que tem a nos oferecer! 🙂 bj

  2. Gostava de saber se há comboios ou bus de Toulouse para Carcassone?
    Sabe me dizer quais são os meios de transporte ou só é possível utilizar o carro?

    • Sim, tem as duas coisas! Mas geralmente chega no centro da cidade de Carcassonne, para ir até a fortaleza fortificada, é necessário pegar um ônibus do centro da cidade até lá, mas é fácil de ir sem carro

  3. Oi Paula, adorei suas dicas. Em Dezembro irei a Espanha com a família e ficaremos alguns dias em Barcelona, então penso em voltar para Gasteiz, desde BCN, passando pelo sudoeste da França até San Sebastian-ES, alguma dica pra me dar? ou pelo frio seria desaconselhável?

  4. Fabiane

    Não acho desaconselhável não, visto que a região não é tão fria. O que pode acontecer é que muitas coisas fecham mais cedo no inverno, e as cidades ficam mais vazias.

  5. Olá Paula, adorei suas dicas! Tinha pensado em alugar um carro em Toulouse para visitar Albi e Cordes sur ciel no mesmo dia, e no dia seguinte, Carcassonne. No 3o dia, iria de trem para Rocamadour visitaria a cidade e de lá pegaria um trem para Paris. Fiquei em dúvida se esta seria a melhor opção…ou seria melhor ir de carro para Rocamadour e de trem para Carcassonne? Teria onde deixar as malas na estação de trem de Carcassonne ou Rocamadour?

    • Carol

      A estação de Rocamadour é bem pequena e acho dificil ter guarda volumes lá. Pra Rocamadour eu recomendo sempre de carro, e Carcassone vai depender do que fica melhor, pq tem mais trens, mas é necessário pegar um ônibus da estação até a cidade medieval

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.