O que Fazer em Bariloche e o que Visitar

o que fazer em bariloche
foto : Shutterstock por Dudarev Mikhail

Se seu próximo destino é a Argentina e você não sabe o que fazer em Bariloche, nós podemos lhe ajudar!

San Carlos de Bariloche (popularmente chamada de Bariloche) oferece muitas atrações para os visitantes. E se engana quem pensa que as atividades estão focadas no turismo de inverno: a cidade possui opções para todas as estações! 

Além disso, Bariloche, que está localizada no parque nacional Nahuel Huapi, junto à Cordilheira dos Andes, oferece atividades para todos os tipos de viajantes, estejam eles em família, casais ou entre amigos! 

Acompanhe então nossas dicas de o que fazer em Bariloche!

O que fazer em Bariloche e o que visitar

o que fazer em bariloche

Fazer o Circuito Chico

Esse é o passeio mais famoso por lá e uma ótima dica de o que fazer em Bariloche nos primeiros dias da viagem! Isso porque o Circuito Chico é uma espécie de city tour, que lhe apresenta os arredores da cidade e suas paisagens.

O Circuito Chico é todo terrestre, e é percorrida uma distância aproximada de 65 quilômetros. Durante o trajeto são feitas diversas paradas para fotos. Um dos pontos altos do passeio é o Hotel Llao Llao, que é considerado um dos resorts mais luxuosos do mundo. Desse hotel há uma belíssima vista do Lago Moreno e do Cerro Tronador.

Outra grande atração do Circuito Chico é a passagem pelo Cerro Campanário! Por ali, o turista poderá subir – com um teleférico – até o topo da montanha, onde há uma confeitaria e alguns mirantes.

A duração do Circuito Chico é em torno de 4 horas!

o que fazer em bariloche

Passear pelo Centro Cívico

Localizado entre as ruas Mitre, Reconquista e Libertad, o Centro Cívico é um conglomerado de prédios administrativos de Bariloche, construídos em torno de uma praça.

Inaugurado em 17 de março de 1940, o Centro Cívico abriga prédios como o da Prefeitura de Bariloche, da Biblioteca Popular Sarmiento e do Museu da Patagônia. A arquitetura ali presente, obra do arquiteto Ernesto de Estrada, foi influenciada pelo estilo das regiões montanhosas europeias e norte-americanas!

Na praça do Centro Cívico é onde acontecem importantes eventos culturais e sociais. Por lá é possível, ainda, apreciar uma bela vista do nascer do sol, ou apenas curtir a bela paisagem proporcionada pelo Lago Nahuel Huapi.

Endereço: Centro Cívico, R8400 San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina

Leia também : Como planejar uma viagem para Argentina

Museu de La Patagonia

Junto ao Centro Cívico está o Museu de La Patagonia! A inauguração do museu também se deu no dia 17 de março de 1940.

O Museu, que recebe cerca de 30 mil visitantes por ano, possui exposições permanentes e temporárias. A área de exposição permanente está dividida em:

  • Sala de História Natural 
  • Sala da Pré-História 
  • Sala de História dos Povos Originais 
  • Pavilhão Moreno
  • Salas de História Regional 

O Museu de La Patagonia funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 12h30 e das 14h às 19h. Já aos sábados o museu abre das 10h às 17h.

cerro catedral bariloche
foto : Shutterstock por Tetyana Dotsenko

Conhecer os Cerros

Os cerros (ou seja, os morros) que circundam a cidade não podem ficar de fora do seu roteiro de o que fazer em Bariloche! Geralmente o acesso a todos eles é feito através de um teleférico e cada cerro oferece uma vista diferente.

Conheça um pouco sobre os cerros de Bariloche.

Cerro Campanario

Esse é o Cerro que já mencionamos anteriormente. Uma das paradas de quando se faz o Circuito Chico. Ele está localizado a 35 quilômetros do centro de Bariloche.

Do Cerro Campanario é possível avistar, por exemplo, os lagos Nahuel Huapi e Moreno, a lagoa El Trébol, a península San Pedro, os cerros Lopez, Otto, Catedral e as alamedas da Colonia Suiza.

Endereço: Av. Exequiel Bustillo 17500, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina

esquiar em bariloche
foto : Shutterstock por Mariano Cerdeira

Cerro Catedral

Aqui se localiza o maior centro de esqui do hemisfério sul! São 120 quilômetros de pistas distribuídas em 600 hectares. Se o que você busca é a prática de esportes de inverno, o Cerro Catedral é uma excelente opção!

Por lá o turista tem à disposição tudo o que necessita para esquiar ou fazer snowboard. Há possibilidade tanto de alugar equipamentos, como também há escolas que ensinam a prática aos visitantes. 

Se você viaja no verão, também há diversas opções de atividades de aventura. É possível, por exemplo, fazer escaladas, trekking, rapel e mountain bike.

O Cerro Catedral fica a cerca de 19 quilômetros do centro de Bariloche. Para acessá-lo o visitante conta com diversas formas de transporte, como bondinhos, teleféricos e cabos de ascensão.

Endereço: Villa Cerro Catedral, Río Negro, Argentina

Cerro Challhuaco

Localizado a cerca de 20 quilômetros do centro de Bariloche, esse cerro está a uma altura de 1.900 metros! Por lá o turista irá se deparar com um lindíssimo bosque de lengas, as árvores típicas da região.

O local, que pode ser visitado o ano todo, é ótimo para fazer trilhas. Existem diferentes caminhos, e todos estão muito bem sinalizados para o visitante não se perder.

Cerro Otto

Se você busca um programa que una belíssimas paisagens com uma experiência gastronômica, o Cerro Otto é o local perfeito! Isso porque a mais de 1.400 metros acima do nível do mar, está localizada a famosa Confeitaria Giratória! E o nome faz jus ao local, que é todo envidraçado e gira em 360º (uma volta leva em torno de 20 minutos).  

A base do Cerro Otto fica a cerca de 5 quilômetros de Bariloche e para subir até seu topo, há a possibilidade de utilizar um teleférico. Esse teleférico possui 42 gôndolas panorâmicas, com capacidade para 4 passageiros cada e percorre uma distância de mais de 2 quilômetros!

Além da vista incrível proporcionada no topo do cerro, o visitante pode ainda apreciar uma galeria de arte que expõe réplicas de três obras de Michelangelo: Davi, a Pietá e Moisés. 

Endereço: Av. de los Pioneros 5000, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina

cerro tronador bariloche
foto : Shutterstock por mochilaosabatico

Cerro Tronador

E, outro cerro bastante famoso em Bariloche, é o Cerro Tronador, que está a mais de 3.500 metros acima do nível do mar e é o mais alto nos arredores da cidade! Seu nome é devido ao ruído produzido pelo desprendimento de gelo das geleiras, que é similar a um trovão.

O Cerro Trovador fica a aproximadamente 80 quilômetros de Bariloche! No caminho até o cerro há diversos mirantes onde o turista pode apreciar a paisagem e tirar lindas fotos. O último mirante do caminho oferece uma visão do Ventisquero Negro, uma geleira que desce do Cerro Tronador e que se destaca pela sua cor escura. 

Endereço: RP82, Río Negro, Argentina

villa la angostura argentina
foto : Shutterstock por Diego Grandi

Ir até a Villa La Angostura

Se você estiver buscando por opções nos arredores de Bariloche, a Villa La Angostura é uma excelente opção e fica a cerca de 80 quilômetros de distância! Ela está localizada às margens do Lago Nahuel Huapi, bem próximo à fronteira com o Chile.

A charmosa cidade se destaca pela sua arquitetura, já que ali, por força de uma normativa local, as construções devem ser de madeira e/ou pedra e não podem ser muito altas. Aliado a isso, tem-se a paisagem típica da região, com lagos e bosques, o que torna o local pitoresco e muito gostoso de ser visitado.

A grande atração da Villa La Angostura é a estação de esqui Cerro Bayo, que oferece opções tanto para a prática de esqui quanto de snowboard. Ao total, são 31 pistas e 16 teleféricos. A maior das pistas possui 6 quilômetros de extensão.

o que fazer em bariloche

Praticar esportes

Uma excelente opção para o que fazer em Bariloche é praticar algum esporte! Independentemente da época do ano que você vá, sempre haverá alguma modalidade que você poderá praticar.

Conheça algumas modalidades esportivas e de aventura que você encontrará na cidade:

  • Arvorismo: por lá é possível deslizar por uma tirolesa de mais de 1500 metros! A atividade pode ser feita por toda a família!
  • Cavalgadas: poderão ser de menor duração, que são ideais para famílias com crianças, ou podem durar vários dias, levando o visitante até o Chile!
  • Kitesurf: é um esporte que permite deslizar sobre a água com uma prancha criada especialmente para isso! O lago Nahuel Huapi é um dos melhores locais do país para a prática da atividade.
  • Caiaque: com o caiaque é possível conhecer diversos lagos, como o Nahuel Huapi, Moreno, Gutiérrez, Mascardi, Los Moscos entre outros. 
  • Mergulho: pode ser praticado por iniciantes, que farão um mergulho de batismo. Importante se atentar para a temperatura da água, que varia de acordo com a estação do ano e o tamanho do lago. 
  • Pesca esportiva: para quem gosta de pescar, em Bariloche poderá fazer a pesca esportiva. Só atenção, pois é preciso uma licença específica para a prática!
  • Rafting: no verão, o volume de água dos rios do parque nacional Nahuel Huapi aumenta, e isso faz com que a experiência seja mais emocionante.
  • Escalada: para quem gosta de praticar escalada, há possibilidade de escalar alguns cerros, como o Catedral ou o Otto.
  • Esqui: pode ser praticado tanto por quem já tem experiência como por iniciantes. Há todo equipamento para locação nos próprios cerros.
  • Snowboard: além do esqui, o snowboard também pode ser praticado, utilizando-se da prancha para descer as montanhas. Os equipamentos também poderão ser alugados.
museu chocolate bariloche
foto : Shutterstock por GabyGL

Dica extra de o que fazer em Bariloche: conhecer o Museu do Chocolate

O Museu do Chocolate pertence à famosa marca de alfajores argentinos Havanna e está localizado dentro da própria fábrica. 

O museu possui seis salas que contam a história do chocolate através de painéis, fotografias e objetos ligados ao chocolate. Ao final, há uma pequena degustação dos doces. 

As visitas costumam ser guiadas e são realizadas a cada 20 minutos, durando cerca de meia hora. O museu abre de segunda a sábado, das 10h às 20h; e aos domingos das 11h às 18h.

Endereço: Av. Exequiel Bustillo 1200, San Carlos de Bariloche, Río Negro, Argentina

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é steak-2936531_640.jpg

Onde comer em Bariloche

Se você busca o que fazer em Bariloche no ramo gastronômico, saiba que estará no lugar certo! A cidade conta com diversos lugares para que o turista desfrute da gastronomia regional. São vários restaurantes, cervejarias e cafeterias para você experimentar. Abaixo listamos algumas sugestões!

Restaurantes

  • Alto el Fuego: restaurante bastante concorrido em Bariloche. Sugerimos que faça reserva antes de ir. Fica na Calle 20 de Febrero, 451 e funciona de terça a sábado, das 12h às 15h e das 20h às 00h. Às segundas abre apenas no jantar das 20h às 00h.
  • La Salamandra Pulpería: pequeno e intimista, outro restaurante bastante recomendado pelos turistas. Está localizado na Avenida Exequiel Bustillo 5818, e está aberto de quarta a sábado, das 19h30 às 21h30.
  • Restaurant Punto Panoramico: com uma bela vista, este restaurante fica na Ruta Provincial 77 Km 23,000 e funciona diariamente, das 10h às 21h.
  • La Fonda Del Tio: costuma oferecer opções de pratos bem fartos. Fica na Calle B Mitre 1140 e atende de segunda a sábado, das 12h às 15h30 e das 20h às 00h.

Cafeterias e Docerias

  • Mamuschka: oferece muitas opções de doces e chocolates e fica na Calle Mitre 298. Aberto diariamente, das 08h30 às 22h30.
  • Dolce Rama: com várias opções de doces; o sorvete dessa doceria faz bastante sucesso. Está localizada na Av. Bustillo 12.400 e abre de domingo à quinta, das 09h às 22h, e sextas e sábados das 09h às 22h45.
  • Cafe Delirante: uma boa opção para quem quer dar uma pausa para aquele cafézinho. Possui quatro unidades na cidade e a filial do centro fica na Mitre 585, atendendo de segunda à sexta, das 08h às 20h30, aos sábados das 09h às 20h30 e aos domingos das 10h às 20h30.
onde comer em bariloche
foto : Shutterstock por Yasemin Olgunoz Berber

Cervejarias

  • Cervecería Manush: ambiente descontraído e que costuma lotar, portanto chegue cedo! Fica na Calle Dr Juan Neumeyer 20 e funciona todos os dias, das 17h30 às 03h.
  • Cerveceria Patagonia: possui uma linda vista para o lago. Está localizada na Ruta Provincial 77, km 24.700 e fica aberta diariamente, das 12h às 00.
  • La Cerveceria Kunstmann: uma boa opção para um happy hour, está situada na Av. Exequiel Bustillo 7966, abre todos os dias das 12h às 00h.
neve bariloche

Quando ir para ver neve em Bariloche

Bariloche fica na Patagônia argentina. Fica no hemisfério sul, assim como o Brasil, o que quer dizer que nossas estações no Brasil coincidem com as de lá. O inverno vai de junho a setembro, assim como acontece no Brasil.

O inverno começa oficialmente em 20 de junho, mas se você quiser mesmo ver neve, ir para estação de esqui, fazer bonecos de neve e guerras de bola de neve, planeje ir um pouco mais para a frente.

Entre o meado de julho até o meado de agosto é a melhor época para ver neve em Bariloche. Claro que por ser um fenômeno da natureza, não tem como se ter nenhuma certeza, mas é a época mais provável.

Onde ficar em Bariloche

Bariloche tem uma rede hoteleira grande, comparado ao tamanho da cidade. Tem todo tipo de hospedagem, desde hotéis nas montanhas em estilo chalé, a apartamentos com vista de tirar o fôlego para o lago.

Hospedagens em Bariloche que eu recomendo

Clique aqui para ver todas as hospedagens em Bariloche

Como chegar em Bariloche

Bariloche fica a 1600km de Buenos Aires, e a maneira mais simples de chegar até lá é de avião, com uma conexão em Buenos Aires. De lá são quase duas horas de voo até Bariloche.

Durante a alta temporada (julho e agosto), existem voos diretos saindo de São Paulo para Bariloche com a Latam. A Azul também tem voos direto para Bariloche na alta temporada saindo de Campinas.

Carro

Não é minha opção favorita, mas se você quiser pode ir parando em outras cidades e fazer uma road trip. 

Saindo de Santiago, é possível também, mas mais uma vez só vale a pena se você for fazer uma road trip pela região, e ai pode parar em cidades com Puerto Varas, Osorno e Pucón

Trem 

Só vale a pena se você já estiver viajando pela Argentina, e por outras cidades, uma vez que ele não sai de Buenos Aires. O trem sai da cidade de Viedma, capital da província de Rio Negro e vai até Bariloche, no chamado trem patagônico. Não é a melhor escolha, a menos que você esteja na região já.

Ônibus

Como Buenos Aires está distante 1600 km de Bariloche, a viagem é bem longa, e dura quase um dia inteiro. No geral uma viagem de Buenos Aires para Bariloche de ônibus leva 21 horas.

De Buenos Aires, os ônibus saem do terminal do Retiro. Várias empresas fazem esse trajeto com muitas saídas por dia, mas as principais são Crucero del Norte e Via Bariloche. Ambas com ônibus leito e serviço de bordo.

Já saindo de Santiago é um pouco mais perto, mas ainda assim são 1200 km para percorrer. A Andesmar (empresa argentina) faz a rota de Santiago para Bariloche e vice versa e leva 19h para completar a viagem.

Hospedagem: Aproveite ofertas exclusivas até 50%. Avaliações dos hóspedes, sem taxa de cancelamento, hotéis baratos, etc.

Passagens Aéreas: Encontre passagens aéreas baratas, encontre passagens aéreas com até 35% OFF.

Ingressos e Excursões: Não perca tempo! Lembranças não são feitas em filas. Reserve com antecedência e evite as filas das maiores atrações do mundo.

Viaje Conectado: O melhor chip internacional entregue em sua casa.

Seguro Viagem: Antes de fazer uma viagem é importante tomar alguns cuidados. Peça uma cotação e escolha o melhor plano: cobertura médica, extravio de bagagem e até cancelamento de voos! Ganhe 5% de desconto em seguro viagem com nosso link!

Loja da Paula : O que levo para viajar.

5 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o post, já vou salvar aqui!
    Bariloche tá entalada na minha gargante porque tive que tirar do meu roteiro pela Patagônia Argentina por falta de tempo. Mas até hoje não me conformo! Ainda volto pra conhecer Bariloche!! 🙂

  2. Esse foi o post mais completo que encontrei sobre o que fazer em Bariloche. Já faz algum tempo que quero conhecer, especialmente o Cerro Tronador. Que lugar mais lindo! Mas não pretendo ir na temporada de neve. Minhas primas foram na primavera e amaram a viagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.