Melhores Países na Europa para Viajar sendo Negro

Melhores Países na Europa para Viajar sendo Negro

 

Eu morei dez anos na Europa, e viajei para mais de trinta países por lá. Ser negra num continente predominantemente branco nem sempre é fácil. Viajar sendo negro traz algumas preocupações que os outros viajantes sequer imaginam, e que nós estamos sempre pensando.

Eu já tinha feito um post falando sobre os melhores países países para viajar sendo negro, mas dessa vez decidi falar mais especificamente da Europa, muita gente me procura procurando saber como será recebido nos países europeus, muita gente tem receio de ser maltratado ou olhado torto apenas pelo simples fato de ser negro.

Não inclui todos os países que fui nesse post, e não necessariamente os que não foram incluídos são ruins. Os países onde sofri algum tipo de preconceito foram citados no meu post sobre os países mais racistas da Europa, onde relatei as piores experiências que tive viajando pela Europa.

Melhores países na Europa para viajar sendo negro

 

Inglaterra

A Inglaterra tem uma taxa de imigração alta, eu morei lá e em nenhum momento eu me senti discriminada por ser negra. Não estou dizendo que não existe racismo na Inglaterra, racismo existe em todos os lugares, mas viver na Inglaterra foi tranquilo, e eu acho um dos melhores países na Europa para viajar sendo negro.

Em Londres onde morei, ver pessoas dos quatro cantos do planeta é a coisa mais comum do mundo. De fato, uma boa parcela da população de Londres nasceu fora do Reino Unido, o que faz com que ninguém te ache muito diferente, afinal nesse país há gente dos quatro cantos do mundo.

Há uma grande presença de negros na Inglaterra, vale lembrar que no ápice do Império Britânico eles tinha 1/3 dos países do mundo, e isso incluía muitos países da África e do Caribe, e hoje em dia a gente vê muita pessoas negras e seus descendentes nas ruas de Londres.

Bulgária

Eu tive MUITO receio de ir para Bulgária. Pouco tempo antes da minha viagem eu tinha visto uma reportagem colocando a Bulgária como um dos países mais racistas da Europa. A Bulgária é um país com má fama na Europa, e ainda por cima não tem tantos imigrantes e não é nenhum exemplo de multiculturalidade então eu fiquei um tanto dividida.

Quando cheguei em Sofia, capital da Bulgária, as pessoas começaram a ser muito simpáticas comigo ainda no aeroporto. Acho que dois dias foram o suficiente para ter uma melhor impressão dos búlgaros, que a primeira vista podem assustar um pouco mas que no final são um povo bem acolhedor.

Minha experiência como turista negra na Bulgária foi muito melhor do que eu imaginava, as pessoas foram extremamente simpáticas comigo, e quando eu dizia ser brasileira, eles diziam com orgulho que a ex presidenta do Brasil tinha sangue búlgaro. Voltei com uma impressão muito melhor da Bulgária e é um país que sempre recomendo que conheçam

Holanda

Eu já disse que quando era criança/adolescente eu queria morar na Holanda? Sempre achei a Holanda um país super aberto e objetivo, e achava que era um país onde me adaptaria facilmente. Todas as vezes que estive na Holanda sempre me senti super bem, nada de olhares estranho ou encaradas.

Em nenhum momento durante as minhas duas estadias na Holanda eu senti olhares, nem de surpresa nem de espanto, absolutamente nada, eu era só mais uma pessoa ali indo e vindo, estava invisível como gosto de ser, sem ninguém virando o pescoço para olhar para mim

Em relação a miscigenação, e em especial a presença negra, a Holanda possui imigrantes originários do Suriname, que foi uma colônia holandesa. Seja em Amsterdam ou em cidades do interior, os holandeses sempre foram extremamente educados e até mesmo sorridentes comigo.

Todas as pessoas que leram meu post sobre como é ser uma turista negra na Holanda tiveram experiências parecidas com a minha, quase sempre falaram de como os holandeses são abertos e de como tiveram uma surpresa com o país. A Holanda é para mim um dos melhores países da Europa para viajar sendo negro

10 coisas para fazer em berlim

Alemanha

Vamos ser sinceros, a história recente da Alemanha é bem pesada, cheia de coisas negativas. Acho que poucas pessoas conseguem dissociar totalmente a Alemanha da imagem do nazismo, e tenho certeza que isso faz com que muitos viajantes negros tenham um certo receio em viajar para a Alemanha por medo de sofrer racismo.

Eu já fui muitas vezes para a Alemanha, já fui para Berlim, e outras cidades importantes como BremenAachenHannover, Frankurt etc, e nunca tive problema algum, pelo contrário! Boa parte dos alemães sentem uma vergonha danada do passado deles, e fazem o possível hoje para não repetirem o erro do passado.

Claro que se você for para um vilarejo minúsculo no interior da Alemanha pode encontrar alguns olhares curiosos, afinal certamente há pessoas que nunca viram negros na vida, mas nas grandes cidades alemãs é bem tranquilo, inclusive a gente consegue ver negros e pessoas de outras etnias. Minha experiência como negra na Alemanha sempre foi bem positiva.

Como se Vestir para Visitar Mesquita

Turquia

Ser negra em Istambul me rendeu momentos muito engraçados. Por eu ser diferente de todos, eu era claramente a turista e isso fazia com que eu fosse tratada quase como uma sultana! Claro que em partes era porquê todos os vendedores queriam que eu comprasse na loja deles, mas resolvi aproveitar o fato de que por uma vez eu era a que estava por cima e era super bem vista.

negra na turquia

Eu estive inúmeras vezes em Istambul, e mesmo quando viajei sozinha para lá, sempre fui super bem tratada pelas pessoas, principalmente quando dizia que era do Brasil. A minha última vez em Istambul eu fui com meu irmão e cunhada. Se eu super bem tratada e meio que a atração por onde passava, com meu irmão a coisa era pelo menos três vezes maior. Cansei de contar quantas vezes ele era parado na rua, o quanto as pessoas se esforçavam para puxar assunto com ele.

Para completar um dos dias em Istambul, ele comprou uma camisa de futebol da Turquia, então ai que ele passou a ser muito mais querido. Meu irmão, que além de ser negro como eu, tem cabelo rasta foi muito querido pelos turcos, e só fez meu amor pela Turquia crescer.

Planeje sua viagem e aproveite as ofertas dos nossos parceiros

Pesquisa de voos baratos: Pesquise e compare voos no JetRadar

As melhores ofertas de hotéis estão aqui: Booking.com

Se você prefere viajar de trem: Rail Europe

Aluguel de carro: As melhores tarifas para alugar um carro

Ônibus Turístico no mundo todo: Big Bus Tours

Reserve os ingressos para atrações e tours guiados: Ingressos corta fila para atrações no mundo todo

Prepare a sua viagem com os guias: Planeje já sua viagem!

Seguro de viagem, simples e flexível: Comprar, prolongar e requisitar online

A cada vez que você reserva pelo meu blog, eu ganho uma pequena comissão que ajuda a manter o blog, obrigada!

About The Author

Uma menina baiana morando em Hong Kong. Já chamou de casa cidades como Paris e Londres e hoje se aventura na Ásia. É viciada em viajar e ama Istambul de paixão!

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais em Alemanha, Bulgária, Europa, Holanda, Inglaterra, Slides, Viajando sendo Negra
transporte na malásia
Transporte na Malásia : Como Funcionam

o que fazer em trieste
O que Fazer em Trieste em Um Dia

Fechar