Os Russos são Racistas? Minha Experiência em São Petersburgo

Os Russos são Racistas? Minha Experiência em São Petersburgo

roteiro de 5 dias em são petersburgo

Uma das primeiras coisas que me preocupou quando fui pela primeira vez a Rússia foi se os russos eram racistas, me lembro que passei algum tempo preocupada com isso, e cá entre nós : Os russos não são conhecidos por ser o povo mais amigável do mundo!

roteiro de 5 dias em são petersburgo

Coincidiu de uma semana antes da minha viagem, eu ver uma reportagem sobre o assunto, um repórter inglês negro que ia a Rússia fazer um documentário sobre homofobia, racismo, xenofobia e outros temas relacionados, não tinha muito como eu ficar tranquila, né?

roteiro de 5 dias em são petersburgo

A reportagem mostrou neo-nazistas, “marchas do orgulho branco” africanos sendo agredidos fisicamente e muita coisa ruim, claro que eu fiquei com muito, muito receio, e pra piorar muitos ataques eram em São Petersburgo, justamente a cidade que eu ia!

Sim, nós vivemos num mundo onde existe MUITO racismo, em alguns lugares as coisas ainda são veladas, e em outros é escancarado, a tal ponto que nós negros temos receio de viajar para certos lugares.

os russos são racistas

A maioria das minhas amigas que viajam sozinhas, geralmente se preocupam com segurança, machismo e coisa do tipo antes de escolher um destino, no meu caso que sou mulher e negra os cuidados são redobrados a cada vez que preciso escolher um destino, sempre bate uma ponta de medo e aflição a cada vez que vou a um destino menos “conhecido” e/ou um destino onde não há uma grande quantidade de imigrantes, lugares onde a população não está acostumada a ver pessoas negras.

os russos são racistas

Minha experiência como negra na Rússia

Mesmo com receio eu fui a São Petersburgo, calhou de eu chegar bem no comecinho da manhã e ir para o hotel a pé, eu tinha chegado de ônibus na cidade e ia passar 5 dias em São Petersburgo.

Já na chegada notei certos olhares, nada muito grave, eram pessoas bêbadas na rua da véspera (era um domingo bem cedinho) e as pessoas estavam saindo das baladas ainda, ir a pé não foi a escolha mais prudente que fiz, mesmo estando acompanhada por um homem eu notei alguns olhares.

Eu sou uma pessoa relativamente viajada, conheço muitos países e até entendo que alguns países não tem uma diversidade cultural muito grande, entendo que alguns pessoas viram negros pouquíssimas vezes, mas a gente sempre percebe quando o olhar é de curiosidade ou de racismo.

os russos são racistas
Tomando chá no Museu Erarta

Era a minha primeira vez na Rússia, e acreditava que passaria os meus cinco dias sem ver absolutamente nenhuma pessoa negra na rua, mas sim, eu ví! Claro, nada significativo mas eu lembro bem de ver dois africanos no metrô de São Petersburgo, e uma outra família negra passeando.

Eu recebi vários olhares, vááários. Todos os dias, durante os cinco dias que estive em São Petersburgo. Não foi algo que chegou a me incomodar, nem eram pessoas que ficam encarando por um tempão, era olhar que a gente dá quando vê algo diferente, nenhum desses olhares chegou a me constranger, ou a ter uma má impressão da cidade ou dos russos, tanto que fui uma segunda vez a cidade, dois anos depois da primeira ida.

Blogueiros de Londres na Rússia, aqui eu entre Pedro e Karine

Já a segunda vez, eu notei menos olhares, não sei se foi porquê estava num grupo maior ou não, fiquei os mesmos cinco dias na cidade mas dessa vez estava ainda mais apreensiva, eu havia sofrido um ataque racista na Finlândia um mês antes, e só viajei para a Rússia porquê estaria num grupo grande, numa viagem organizada com todo o apoio necessário.

Esse era o grupo de brasileiros que estava comigo, acho que eles não perceberam nada, mas eu estava bem apreensiva no dia que chegamos, jantamos e decidimos sair para dar uma volta e ver um pouco de São Petersburgo durante a noite, e a cada esquina que a gente passava eu ia ficando mais tranquila.

Foi uma viagem organizada, e talvez isso tenha contado para eu me sentir mais confortável, e mesmo a minha primeira vez na Rússia foi ok, as duas viagens foram feitas em agosto, período de alta temporada por ser verão, com intervalo de dois anos entre elas.

os russos são racistas

Essa última vez que fui, aconteceu um fato curioso : Enquanto esperava meu voo de volta para casa no aeroporto de São Petersburgo, um passageiro me viu e cutucou o amigo para o amigo olhar para mim, a cara dele de surpresa era impagável, ele estava esperando para pegar um voo para algum país da Ásia Central (acho que era Tajiquistão) e pela cara do moço, era a primeira vez que ele viu uma pessoa negra ao vivo e estava maravilhado.

roteiro de 5 dias em são petersburgo

Lendo um pouco sobre a Rússia, eu descobri que durante os anos de URSSS, era muito comum o intercâmbio de estudantes cubanos e russos, muito comum mesmo, e muitos cubanos terminaram ficando na Rússia, principalmente em cidades maiores como Moscou e São Petersburgo. Não dá para dizer que o fato de cubanos terem morado lá, faz da Rússia um país com muitos negros, mas achei interessante adicionar esse fato.

Engraçado é que faz um mês que voltei de Cuba, e pude perceber os estreitos laços desses dois países, além de ver muita coisa russa em Cuba, tinha MUITOS turistas russos, russos e canadenses eram a maioria dos estrangeiros em todas as cidades cubanas que visitei.

Os russos são racistas? Minhas considerações finais.

Eu não senti nenhum tipo de hostilidade nas duas vezes que fui, senti olhares sim, não vou negar, mas isso não quer dizer que os russos são racistas, e menos ainda rotular todo um povo.

Conheci também russos simpáticos, gentis e sorridentes!!! Talvez eu não me sinta tão à vontade para voltar para a Rússia sozinha por exemplo, mas não deixaria de voltar a esse país lindo e com muita História como é a Rússia.

 

Outros posts sobre viajar sendo negra

 

Outros posts sobre a Rússia :

Planeje sua viagem e aproveite as ofertas dos nossos parceiros

Pesquisa de voos baratos: Pesquise e compare voos no JetRadar

As melhores ofertas de hotéis estão aqui: Booking.com

Se você prefere viajar de trem: Rail Europe

Aluguel de carro: As melhores tarifas para alugar um carro

Ônibus Turístico no mundo todo: Big Bus Tours

Reserve os ingressos para atrações e tours guiados: Ingressos corta fila para atrações no mundo todo

Prepare a sua viagem com os guias: Planeje já sua viagem!

Seguro de viagem, simples e flexível: Comprar, prolongar e requisitar online

A cada vez que você reserva pelo meu blog, eu ganho uma pequena comissão que ajuda a manter o blog, obrigada!

About The Author

Uma menina baiana morando em Londres, apaixonada por cosméticos, e por viagens.. Adora viajar e tem uma queda por Istambul e Tóquio.

Related posts

6 Comments

  1. Fernanda

    Nossa esse post me fez pensar. Não sou negra e por isso nunca tinha me dado conta que as mulheres negras tem que ter esse cudiado adicional. Fico feliz que essa experiência tenha sido tranquila para você, e confesso que ri com o rapaz maravilhado no aeroporto 😀

    Reply
    1. Paula Augot

      Até eu rí com o rapaz no aeroporto, percebia-se que era um moço simples e que não conhecia muito o mundo, a expressão do rosto dele era impagável! =) Sim, infelizmente isso é algo que a gente passa sempre, que as pessoas dificilmente se dão conta, mas dessa vez felizmente foi bem tranquilo =)

      Reply
      1. Lucas augusto

        Olá meu nome é Lucas augusto, sou jogador de futebol, eu queria te fazer umas perguntas sobre a russia, você tem facebook ou alguma rede social para conversamos melhor?

        Reply
  2. Grê Moreira

    Ola Paula, estou me preparando para estudar na Russia, tenho a pele morena. Li seu relato e me bateu um medo, ja que estarei sozinha.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *