Os Japoneses são Racistas? Como é Viajar para o Japão sendo Negra

Os Japoneses são Racistas? Como é Viajar para o Japão sendo Negra

os japoneses são racistas

Antes de ir ao Japão, eu já tinha ouvido falar N vezes que os japoneses são racistas, a minha pouca experiência e contato com japoneses (do Japão e não brasileiros descendentes!) foi muito boa, mas sabe como é, né? Sempre tem alguém que “ouviu falar que os japoneses são racistas e..”. Apesar de ter a cabeça aberta e saber que a maioria das coisas não são exatamente como as pessoas dizem, e que ainda há muito clichê sobre determinados países, alguns momentos eu fiquei um pouco apreensiva.

Vejo muita gente em fóruns da internet preocupada com o assunto, a minha experiência de morar fora me mostrou que poucos lugares são tão racistas quanto o Brasil, sim, o Brasil! Talvez se você for branco e de classe média, você não ache o Brasil racista, mas pergunte a uma pessoa pobre e negra para saber o que ela pensa. E foi com o pensamento que “não poderia ser mais racista que o Brasil” que eu embarquei para o Japão.

O Japão é um dos países mais homogêneos que existem, e é o pais mais homogêneo que já visitei, onde mais de 95% da população e composta de japoneses, só para vocês terem um parâmetro de comparação, quase 40% da população de Londres nasceu fora do Reino Unido!

os japoneses são racistas

Eu, como negra e viajante já passei por algumas situações um pouco difíceis, mas nenhuma de racismo aberto ( sofri sim, depois de escrever esse post em Helsinque) o que acontece comigo quando vou em algum pais da Europa Central ou do Leste, e que pode acontecer das pessoas me olharem com uma certa insistência, mais ou menos como acontece com os estrangeiros no Brasil, sabe? Nada demais, apenas um olhar de curiosidade já que 99% das vezes eu sou a unica negra por ali.

Eu até entendo os olhares de curiosidade, alguns países europeus viveram sob uma cortina de ferro e durante anos foram bem fechados, apesar disso ter acabado, a imigração nesses países ainda e baixíssima e e bem raro ver negros por lá.

os japoneses são racistas

Como já falei, a sociedade japonesa é uma das sociedades com menos estrangeiros no mundo, e por isso mesmo achei que por ser tao diferente, eu acabaria passando por situações embaraçosas ou me sentiria constrangida, mas para a minha surpresa, a minha estadia no Japão foi muito mais simples do que eu imaginava.

No Japão, olhar para as pessoas e atardar o olhar sobre essa pessoa é considerado rude, então em nenhum momento me senti observada, ou ví pessoas olhando para mim pelo fato de ser diferente, japoneses são extremamente tímidos e jamais vão encarar uma pessoa.

os japoneses são racistas

Em quase três semanas em Tóquio, eu não senti nenhuma hostilidade, nenhum olhar diferente por eu ser negra, para falar a verdade eu senti que a cor da minha pele era muito menos notada que no Brasil por exemplo. Claro que eu continuava me sentindo diferente, mas em nenhum momento isso foi motivo de problema, ou senti os japoneses me tratarem diferente por causa disso.
A única dificuldade que eu senti lá, além de me comunicar foi comprar maquiagem, o que é bem compreensível! Tinha esquecido meu corretivo, e achar um corretivo escuro para mim foi tarefa quase impossível (encontrei na Mac!) já que eles apenas vendem cores claras.
Minha estadia no Japão não foi das mais tranquilas, já que cheguei um dia depois do esperado e sem mala (obrigada Air China! ) além de ter dificuldades em me adaptar ao fuso, mas não tive absolutamente nenhum problema de preconceito ou coisa que o valha, foi uma viagem muito tranquila nesse aspecto.

Outros posts sobre viajar sendo negro

Planeje sua viagem e aproveite as ofertas dos nossos parceiros

Pesquisa de voos baratos: Pesquise e compare voos no JetRadar

As melhores ofertas de hotéis estão aqui: Booking.com

Se você prefere viajar de trem: Rail Europe

Aluguel de carro: As melhores tarifas para alugar um carro

Ônibus Turístico no mundo todo: Big Bus Tours

Reserve os ingressos para atrações e tours guiados: Ingressos corta fila para atrações no mundo todo

Prepare a sua viagem com os guias: Planeje já sua viagem!

Seguro de viagem, simples e flexível: Comprar, prolongar e requisitar online

A cada vez que você reserva pelo meu blog, eu ganho uma pequena comissão que ajuda a manter o blog, obrigada!

About The Author

Uma menina baiana morando em Londres, apaixonada por cosméticos, e por viagens.. Adora viajar e tem uma queda por Istambul e Tóquio.

Related posts

39 Comments

  1. Lena

    Paula, boa noite,

    Assunto abordado de forma pertinente, sem dúvidas. Eu mesma já havia me feito essa pergunta. Dúvida sanada!

    Abração!

    Lena

    Reply
  2. Mariana Joner

    Vou para o.Japão em.outubro com a air China tb…que medo de ficar sem mala…kkkkkk
    Vc teve q tirar visto o china tb ou só conexão não precisou? ???

    Reply
  3. Juliana

    Legal o assunto! Racismo existe em todo lugar do mundo, não podemos generalizar.
    Moro no Japão e onde vivo, os japoneses olham bastante pra nós estrangeiros de forma até persistente. No começo me sintia como um alienígena, hoje me acostumei. É bom ressaltar que moro no interior do Japão e difere bastante das cidades grandes. Abraços!

    Reply
  4. hiroshi

    Vivi 20 anos no Japao e digo que la os negros sao bem vistos, tem japoneses apaixonados poer negro,isso se vee muito em bares noturnos aonde vao muitos estrangeiros,eu que sou nikkei,nao sou bem vindo a esses lugares,rs!

    Reply
  5. Sarah

    Não sei se você lerá este comentário kkk mas amei seu post!!! Depois que eu terminar a faculdade, pretendo viajar pelo menos uma vez por ano para fora, e um dos lugares que pretendo ir é o Japão. Foi bom saber que não é um “bicho de sete cabeças” visitar esse país sendo negra… Conheci hoje seu blog, e estou amando! (Ah, gostaria de saber se apenas o inglês é suficiente para fazer comprinhas e passar um tempo no Japão…)

    Reply
    1. Paula Augot

      Sarah

      Sim, eu leio os comentários! rs

      Sim, apenas inglês é suficiente sim, eu não sei falar japonês, e os japoneses falam pouco inglês, então mímica e paciência tb ajuda muito.

      Reply
  6. Cailane

    Pretendo ir para o Japão com minha melhor amiga e meu namorado no final do ano, e estava SUPER nervosa e em dúvida se devo mesmo ir devido a cor da minha pele. Você me deixou muito mais tranquila e segura! Lá também vamos ter uma família que mora em Tóquio para cuidar da gente rsrs Obrigada, amei o Blog! <3

    Reply
  7. Tania

    Paula, amei sua iniciativa de compartilhar sua experiência sobre um assunto que desperta muito interesse em quem deseja viajar.para o Japão. Parabéns pela iniciativa!!^^

    Reply
  8. EMANUEL FERRAZ

    Paula hoje em dia todos são racistas para todos de algum modo por isso não tem essa discussão , só diálogo . até brancos para brancos . Se pensarmos nisso atraímos isso e não se deve ser obcecado com isso nem pensar nisso

    Reply
  9. Edilson

    Que matéria legal a sua Paula. Eu sou negro e pretendo ir ao Japão após a Olimpíada, e também tenho receio do preconceito, mas temos que ser mente aberta para tudo. Me identifico muito com a cultura em geral japonesa. Obrigado!

    Reply
  10. Petrya

    Ola Paula. Será que vc pode fazer um post contando do racismo no Brasil ?
    Porque eu sempre tive a impressão que os asiáticos eram racistas e vc diz que eles são menos que os brasileiros, e vi também seu post sobre o racismo na Finlandia.
    Ainda acho que os asiaticos sao mais racistas, eles nao gostam de negros no geral, nao ajudam negros, nao abrem as portas pra negros e negras. Nos animes, só se ve brancos, e ja huveram casos polemicos relacionados a racismo nesses países. Acho que por exemplo, eles jamais aceitariam conviver com uma grande porcentagem de negros. Por isso eu queria saber mais sobre o racismo que vc passou no Brasil, para comparar com isso.

    Reply
    1. Paula Augot

      Petrya

      Não tem negro no anime, mas no Brasil, vc já reparou a porcentagem de negros sendo protagonista na novela por exemplo? O que não falta são casos polêmicos de racismo no Brasil…

      Não estou defendendo os asiáticos, mas falo por Tailândia e Japão onde passei mais tempo, não vi olhares tortos, e fui bem atendidas nas lojas, no Brasil cansei de entrar em “lojas melhores” e as pessoas mal me atenderem.

      No japão não houve nada disso, passei 3 semanas lá , e apesar de ter muito receio no começo, não tive problema algum, e olha que quase sempre eu saia sozinha em Tóquio.

      Reply
  11. Axel Fredderick Santos Neto

    Muito boa a matéria >.<
    Pretendo fazer uma viajem ao Japão esse ano, eu sou branco e minha namorada é negra, ela tem muito receio.
    Eu nunca viajei para o exterior, tenho formação básica em língua japonesa ( o suficiente para ler, ouvir e traduzir ) , mas minha única dúvida é sobre como é feita a conversão da moeda, se é um lugar "caro" ou "aceitável".
    Obrigado .

    Reply
    1. Paula Augot

      Obrigada Axel!

      Eu sempre ouvi falar que o Japão era um lugar muito caro, mas não achei isso tudo não! É inclusive mais barato que alguns países na Europa.

      Sobre sua namorada, mostra pra ela esse post =)

      Reply
  12. Diego

    Excelente saber sobre sua experiência.
    Recentemente, eu e minha família fomos à Punta Del Este, no Uruguai. Por onde passávamos, as pessoas ficavam olhando e cochichando sobre os únicos 4 negros que estavam ali. Foi algo bem desgastante e desagradável. Isso me fez pensar duas vezes antes de visitar algum lugar.

    Reply
    1. Paula Augot

      Diego

      Sinto muitíssimo que vc tenha passado por essa situação! Sabe o que eu faço? Quando passo por essa situação eu encaro a pessoa até ela perceber que está sendo mal educada e baixar os olhos!

      Eu até “entendo” olhares de curiosidade (assim como olhamos p estrangeiros no Brasil) mas fazer a pessoa se sentir desconfortável já é outra coisa.
      Não deixe de ir aos lugares por isso, precisamos ocupar nosso espaço, assim as pessoas vão se sentir menos a vontade para intimidar a gente, abraços!

      Reply
  13. Aline

    Que alívio me trouxe ao ler essa postagem!
    Sou negra e pretendo futuramente viajar para o Japão, sempre gostei da Cultura e do idioma do país, se pudesse até moraria por lá! Mas sempre tinha esse receio de ser discriminada por conta do meu tom de pele.

    A postagem me deu mais confiança para visitar o país. Agradeço por passar sua experiência.

    Reply
  14. Eliseu Amorim

    Bom dia Paula,

    Vi sua postagem e achei interessante.
    Eu conheço 2 japoneses e também já vi alguns youtubers brasileiros que moram no Japão comentarem que os japoneses não são racistas, porém são muito desconfiados e o preconceito por estrangeiros é uma realidade, não por serem de cultura diferente ou raça e sim por serem estrangeiros, eles são muito reservados e não costumam esboçar qualquer reação a primeira vista, porém conheça-los pessoalmente e tire suas próprias conclusões.

    Reply
  15. Afonso

    Da hora saber q é de boa,sou negro e sempre quis conhecer o Japão,mas sempre tive esse receio,apesar q ainda acho q só é assim em Toquio,pq lá negros ñ são tão incomuns assim,mas amei a matéria,e vc é linda demais.

    Reply
  16. marta hoffmann

    oi Paula,
    estou indo ao Japāo proximo outubro, e programando ficar mais tempo em Toquio. Pensei alugar pelo AirBnb mais com receio por nao saber direito qual bairro. Olhando hoteis, os prêços diferem bastante, mas meu marido pensa os hoteis serem melhor por ser mais pratico em termos de serviços.
    Tendo lido bastante a respeito de Toquio que parece que já estive por lá!
    Sou brasileira, cidadā ameticana e atualmente morando no sul da França e estamos indo com a Emirates Airlines saindo de Nice. O ticket realmente foi o mais vantajoso que achamos, incrivelmente cheap. Sempre quis visitar o Japāo mas independente, sem excursâo e espero que a gente consiga se virar por lá. Agora, que eles estāo se preparando para as Olimpiadas de 2020, existe um serviço de ajuda a Turistas, que vc com antecendencia marca um guia, gratuito, sem dar gorgetas, para viisitar lugares e conhecer a cultura japonesa. Estou pensando utilisar estes serviços um ou dois dias assim que chegar para facilitar minhas andanças por lá. Li teus posts e gostei bastante. A pergunta é: vc ficou em hotel ou alugou apto AirBnb?
    qual bairro vc. ficou?
    abraços marta

    Reply
    1. Paula Augot

      Marta

      Que legal esse serviço com guia, bom saber disso! Eu fiquei em Nihombashi que é bem no centro de Tóquio, mas fiquei num apartamento porquê fiquei muitos dias na cidade e preferi cozinhar um pouco para economizar.

      Reply
  17. Valdesson

    Estou muito feliz em ler essa postagem! Desde criança sempre tive o sonho de conhecer o Japão, mas tinha medo de pesquisar sobre racismo por lá temendo me decepcionar e me sentir mal. Estou muito animado e pretendo que seja o meu destino como comemoração de final de curso. Obrigado, Paula!

    Reply
  18. Elisa

    Eu acho que eles são educados com os estrangeiros, mas tem racismo entre eles próprios, os países asiáticos. Vejo séries e outras coisas desses lugares e sempre tem algum comentário sobre invejarem alguém porque a pele dela é muito clara e isso parece ser ainda mais cobrado às mulheres…
    Eu adoro o filme thai “A little thing called love”, mas nele tem uma cena onde a protagonista clareia a pele e depois que o cara que ela gosta a vê elogia a sua pele…. Em um programa de tv coreano já vi um rapaz negro relatando que as pessoas não querem sentar ao lado dele no metrô, como se elas tivessem medo. O máximo que já vi elogiarem alguém moreno foi dizendo que a sua pele tinha uma aparência saudável.

    Reply
    1. Kenzo Fujisawa

      É bem diferente! Aqui na ásia tem sim o ”preconceito” com ASIÁTICOS de peles escuras, pois assimilam eles a SUBEMPREGOS que trabalham debaixo do sol! É BEEEM diferente asiáticos ”queimados do sol” com pessoas negras!! Resido no Japão há 10 anos e posso afirmar, a grandeee maioria dos japoneses não são racistas, são xenofóbicos, o que é bemmm diferente! Até meu avô que NASCEU no Japão mas CRESCEU no Brasil, é considerado ”gaijin” assim como minha esposa que é 100% Brasileira, pois dizem que ”estrangeiros” não tem a honestidade, honra, etc igual de quem nasceu e cresceu na cultura japonesa…

      Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *